HUM TUPÃ

O presidente do Sincomerciários e Vereador, Amauri Mortágua recebe hoje os parabéns. Neste dia 17, o advogado comemora seus 65 anos e recebe todo o carinho dos familiares, amigos e da família do Sincomerciários. Como uma reflexão sobre a data, Amauri publicou nas redes sociais uma breve reflexão sobre a nova idade. Confira o que ele escreveu: Crônica 65 Não percebemos as pequenas, progressivas e permanentes transformações e, de repente, nos deparamos com a velhice. É um baita dum susto! Aqueles que não superam o susto é porque não compreendem que o problema não é ser velho, mas ter sido jovem. Como diz Mário de Andrade, tenho mais passado do que futuro. Isto não modifica o fato de continuar a ser exigente comigo mesmo, às vezes em excesso, mas os anos vão tornando naturalmente menos crítico e mais maleável, permitindo-me ser mais flexível e mais amigo de mim mesmo e dos outros.

Para um eterno sonhador, o envelhecimento sadio traz a conquista da liberdade; pois só os sonhos movem o mundo e alimentam nossa existência. Não se pode jamais deixar de sonhar, ainda que se tenha a consciência de que várias tentativas não vão se concretizar, que algumas coisas vão dar errado. A esperança, neste mundo, não é mais para todos, se transformou em privilégio de alguns. Lutar pelos seus sonhos e pelos sonhos coletivos cria possibilidades e traz a esperança. Sou abençoado por ter vivido o suficiente para ter meus cabelos grisalhos, os risos da juventude gravados em meu rosto e muitos sonhos para sonhar. Arrependimentos, alguns, mas hoje irrelevantes, porque tenho pouco tempo para desperdiçar lamentando o que poderia ter sido. Aprendi que a família é para sempre, as amizades não são eternas e a felicidade não é permanente. Temos momentos felizes, que, de acordo com a visão e opções de vida, podem ser em profusão e eternos enquanto durem. Gosto do trabalho. Trabalho coletivo que beneficie pessoas, mesmo que não tenham consciência disso, porque como ensina Madre Tereza: "o bem que você faz hoje, pode ser esquecido amanhã. Faça o bem assim mesmo". Este trabalho não me esgota, é confortável e até rejuvenesce. Não espero agradecimentos ou reconhecimento, ainda que sejam bem-vindos e façam bem à alma. Sonhei muitos ideais, voei alto o suficiente para não me desgarrar de minhas origens, de meus princípios e dos semelhantes de meu grupo. Enquanto estiver aqui vou tentar fazer o que pode ser feito, não apenas o possível de ser feito. Sonhar, sempre! Que bom que Deus me permitiu ficar aqui até agora para enxergar estas coisas simples. Coisas da vida. Achava que o passado preparava o futuro, mas o futuro não existe! Corremos atrás dele, mas quando chega é presente e imediatamente se torna passado. Será então o futuro que faz o passado? Já não preciso mais dar estas respostas: Sou livre para fazer do meu querer o meu viver, em qualquer tempo. Coisas dos 65... Amauri Mortágua - 17/10/2016

Social da City

HUM TUPÃ

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram