dengue

A Câmara Municipal de Bastos recebeu um pedido para instaurar uma comissão processante, solicitando o afastamento cautelar do prefeito Manoel Rosa (MDB). A finalidade dessa comissão é averiguar possíveis infrações político-administrativas atribuídas ao chefe do Executivo. A informação é das rádios Tupã e Nova Tupã.

O denunciante argumenta sobre a má gestão dos recursos destinados à Covid-19, a ausência de medidas punitivas relacionadas a um funcionário fantasma, a falta de respostas aos requerimentos dos vereadores, a prática de improbidade administrativa, alegações de tráfico de entorpecentes em veículos da prefeitura, e a suposta perseguição política aos servidores. O REQUERIMENTO COMISSAO PROCESSANTE BASTOS detalha essas alegações.

Diante disso, o denunciante solicita o afastamento cautelar do prefeito de Bastos, argumentando que a investigação busca preservar a integridade das instituições e fortalecer a confiança da população nos vereadores.

Leia também: Secretário de Bastos é afastado após pedido apresentado por Promotoria
 

Paineira Tupã

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram