dengue


Caminhão com gaiola boiadeira foi apreendido pela polícia (Foto: Divugação)

A Polícia Civil de Birigui (SP) prendeu na última quinta-feira (1º) Edmar Pestana Garcez, 52 anos, condenado a uma pena de 10 anos pela Justiça de Tupã, em virtude de dois furtos de gado ocorridos em 2014. Garcez é apontado como líder de um grupo dedicado a furtos de animais em propriedades rurais na região. As informações são do site Hoje Mais.

Durante a operação de cumprimento do mandado de prisão, realizada em uma propriedade no bairro rural do Córrego Fundo, em Birigui, os policiais apreenderam um caminhão Ford F-4000 equipado com uma gaiola para transporte de animais. O veículo foi identificado como sendo utilizado em um furto de gado ocorrido em Buritama no último sábado (27), de acordo com as investigações.

A equipe de investigação vinha monitorando Garcez, e na manhã da prisão, recebeu informações de que ele estaria na propriedade mencionada com o referido caminhão de transporte de gado. Ao chegarem ao local, os policiais localizaram o veículo e efetuaram a prisão do réu. Durante a abordagem, Garcez não portava objetos ilícitos. Confirmada a existência de um mandado de prisão emitido pela Vara Criminal de Tupã, determinando o cumprimento da pena em regime inicial fechado, o indivíduo foi apresentado no plantão policial.

A sentença de condenação revela que um dos furtos ocorreu em março de 2014, em uma fazenda na zona rural de Arco-Íris, levando 14 cabeças de gado, avaliadas em R$ 19.620,00. O segundo furto, também na mesma fazenda, ocorreu em maio do mesmo ano, resultando no roubo de 28 cabeças de gado, avaliadas em R$ 40.320,00. Garcez foi apontado como um dos líderes do grupo, que, segundo a denúncia, transportava o gado furtado até Araçatuba, onde era armazenado em uma área de arrendamento no bairro rural da Jacutinga. Garcez adquiria notas fiscais falsas para registrar os animais em seu nome e, posteriormente, revendê-los em leilões em Araçatuba e região.


Caminhão teria sido usado em um furto de gado no último sábado em Buritama (Foto: Reprodução)

O inquérito relacionado ao furto em Buritama está em andamento, e além do caminhão, a polícia também apreendeu o celular de Garcez, que será encaminhado à cadeia de Penápolis, ficando à disposição da Justiça para o início do cumprimento da pena. O advogado André Doná acompanhou o registro da prisão.

cabonnet

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram