cabonnet

Alimentos no banheiro masculino do camarote Lounge Sapucaí
Alimentos no banheiro masculino do camarote Lounge Sapucaí

Policiais civis da 6ª DP (Cidade Nova) no Sambódromo, no Rio de Janeiro, prenderam duas pessoas em flagrante, neste domingo (11), por crime contra as relações de consumo. Foram detidas a dona de um buffet e a responsável por um camarote localizado no Setor 13 da Marquês de Sapucaí. Segundo apurado, os alimentos eram preparados e armazenados dentro de um banheiro do camarote.

As prisões ocorreram após fiscalização da Polícia Civil, do Ministério Público e do Instituto Municipal de Vigilância Sanitária (Ivisa-Rio). Cerca de 500 quilos de alimentos foram descartados. Outros camarotes também foram fiscalizados.

Ontem foi o primeiro dia de desfile do Grupo Especial, considerado a elite do carnaval carioca, que teve a apresentação de seis escolas de samba.

Segundo o MPRJ, além do camarote onde foi realizada a prisão, a promotora de Justiça vistoriou os camarotes Alegria, Experience, Lounge Carioca e Favela.  "No camarote Alegria, alguns alimentos estavam acondicionados com refrigeração inadequada, tendo a situação sido solucionada. Os camarotes Experience e Lounge Carioca eram atendidos pela mesma cozinha, onde algumas inadequações foram ajustadas pelos responsáveis. O camarote Favela foi multado pela Fiscalização Sanitária por irregularidades no preparo e no acondicionamento dos alimentos", completou o ministério público estadual.

Em seu perfil no X (antigo Twitter), a Rio Carnaval confirmou que o espaço não tinha autorização da Liga Independente das Escolas de Samba do Rio de Janeiro (Liesa) para instalar uma cozinha. A defesa da responsável pelo camarote Lounge Sapucaí não foi localizada.  

unidade de hidratação

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram