unidade de hidratação

O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Alexandre de Moraes votou nesta sexta-feira (22) para condenar mais 14 acusados pela PGR (Procuradoria-Geral da República) de participação nos atos do dia 8 de Janeiro em Brasília, no ano passado. Na lista, está a tupãense Rosemeire Aparecida Morandi (56 anos). A penalidade proposta é de 17 anos de prisão.  No início do mês de março, Moraes também votou pela condenação da tupãense Vanessa Harumi Takasaki (43 anos) a 14 anos de prisão.

Liberdade provisória

Em 7 de agosto de 2023, Moraes concedeu liberdade provisória para Vanessa e Rosemeire. A liberdade foi concedida com condições a serem cumpridas pela moradora como uso de tornozeleira eletrônica, comparecer ao fórum semanalmente e não sair do país.

8 de janeiro

As sedes dos Três Poderes em Brasília foram alvo de vandalismo em 8 de janeiro de 2023. Insatisfação com a eleição de Lula, o sistema eleitoral e a atuação dos ministros do STF levaram à invasão desses locais por pessoas que defendiam uma intervenção militar. Cerca de 1,5 mil pessoas foram detidas.

Alexandre de Moraes sugeriu a condenação dos réus pelos crimes de organização criminosa armada, golpe de Estado, abolição do Estado Democrático de Direito, dano e deterioração do patrimônio público. Como a pena passa de oito anos, a todos os réus o ministro sugeriu o regime inicial fechado para o cumprimento da pena.

Os réus foram acusados pela Procuradoria-Geral da República (PGR) de serem os executores dos atos de depredação e dos prédios da Praça dos Três Poderes. Eles foram presos em flagrante no dia 8 de janeiro de 2023 dentro dos prédios ou nas proximidades.

HUM TUPÃ

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram