HUM TUPÃ

O prefeito Caio Aoqui esteve na manhã de ontem (5) em São Paulo, onde participou de cerimônia em que o governador João Doria assinou 146 convênios no valor de R$ 120 milhões para financiar obras em 85 municípios com verba do Departamento de Apoio ao Desenvolvimento dos Municípios Turísticos (Dadetur). Os recursos foram articulados pela Secretaria de Desenvolvimento Regional, responsável pelo relacionamento com os municípios paulistas. A Estância Turística de Tupã firmou convênio para a construção do chamado centro de eventos, que será erguido junto ao Parque das Nações Indígenas, às margens da SP-294, obra que está sendo iniciada, apesar de todas as críticas. O custo dessa obra está previsto em R$ 3.481.011,00. Esse dinheiro daria para recapear quase todas as ruas da cidade. Obras como implantação de parque urbano, sinalização turística, revitalização de museu, ampliação de complexo aquático e construção de jardim botânico são alguns dos objetos de convênios assinados pelo Governo do Estado com prefeitos de 30 estâncias e 55 Municípios de Interesse Turístico (MITs). Programa de Crédito Turístico Além dos convênios, Doria anunciou o lançamento do Programa de Crédito Turístico para viabilizar o acesso de empresas e municípios às linhas de crédito oferecidas por instituições parceiras. A iniciativa, articulada pela Secretaria de Turismo e pela Desenvolve SP, conta também com a parceria do BNDES, Banco do Brasil e Caixa Econômica Federal. No total, haverá mais de R$ 1 bilhão em crédito disponível para financiamentos do setor, disponibilizados por meio de dezenas de linhas, com juros a partir de 0,17% ao mês e prazo de até 240 meses. Os financiamentos estão disponíveis para os setores público e privado. "Do lado público, a oferta de crédito vem para complementar o orçamento dos municípios. Por outro lado, o programa é mais uma demonstração de que este governo busca criar condições para atuar junto com o setor privado no desenvolvimento do turismo”, disse o secretário de Turismo, Vinicius Lummertz. As linhas de crédito atendem construção, arenas multiuso, projetos de sustentabilidade ambiental, saneamento básico, iluminação pública, obras de infraestrutura viária, aquisição de máquinas e veículos novos, soluções tecnológicas, obras civis para reformas, modernização e ampliação dos prédios públicos. Mais informações sobre o programa e as linhas de financiamento estarão disponíveis em breve no portal www.credito turistico.com.br. Para o presidente da Desenvolve SP, Nelson de Souza, incentivar o crescimento da economia, promovendo geração de mais emprego e renda para o Estado, é o papel da instituição. "Somos o Banco do Empreendedor de São Paulo e, como tal, temos um papel estratégico a desempenhar, oferecendo crédito com taxas competitivas e longos prazos para que as micro, pequenas e médias empresas e os municípios possam crescer de maneira sustentável”, afirma. Atração de investimentos O governo do Estado anunciou ainda a contratação da Investe SP para realizar um plano de atração de investimentos para o turismo paulista. Trata-se de um contrato baseado em objetivos estratégicos, que tem como escopo a prospecção de regiões e suas oportunidades na área de turismo e posterior captação de investimentos da iniciativa privada. A ideia é mapear regiões e suas potencialidades, montando portfólios para mostrar oportunidades a investidores do setor. "Acreditamos que essa iniciativa trará bons resultados para o Estado. Vamos direcionar para o setor de turismo toda a nossa experiência na atração de investimentos acumulada em quase dez anos de história”, afirma o presidente da InvestSP, Wilson Mello.

Jornal Diário

Paineira Tupã

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram