Paineira Tupã

Com o intuito de reduzir drasticamente a quantidade de criadouros e a possibilidade de proliferação de mosquitos no verão, na última semana, a Secretaria Municipal de Saúde, por meio dos Departamentos de Entomologia e Endemias e Atenção Básica, realizou a Semana Estadual de Mobilização Social contra o mosquito Aedes aegypti. No período de 21 a 26 de novembro foram intensificadas ações de controle vetorial em áreas do município, de acordo com o indicador entomológico de infestação e com priorização de áreas e de recipientes/criadouros que eram importantes na reprodução do mosquito.

Mais de 5 mil imóveis são visitados no combate à dengue em Tupã (Foto/Reprodução)
Mais de 5 mil imóveis são visitados no combate à dengue em Tupã (Foto/Reprodução)
A Semana foi proposta pela da Secretaria de Estado da Saúde de São Paulo (SES), e os municípios contaram também com a Coordenadoria de Controle de Doenças (CCD), na realização da programação de ações coletivas de intensificação do controle vetorial e atividades de eliminação de criadouros. Em Tupã o cronograma de atividades foi divido com intensificação de visitas casa a casa e aplicação de biolarvicida em diversos bairros da cidade. Nas regiões da Vila Marajoara, Cohab III e Parques Irajá e Bela Vista as equipes aplicaram biolarvicida em 959 imóveis; 790 imóveis na região dos Jardins Aritana, Apoema, Itaipu e São Francisco I e II; 851 imóveis na região dos conjuntos Jamil Dualibi, João Paulo II e Nova Tupã; 300 imóveis na região da Vila Abarca e Vila Espanha; e 600 imóveis na região do Jardim Nossa Senhora de Fátima. "Esta foi uma ação completa que reuniu o trabalho dos agentes de Endemias e das equipes da Atenção Básica, que são os primeiros atendimentos com os moradores dos bairros. Além da nebulização de mais de três mil imóveis, a intensificação de visitas casa a casa, trabalho realizado pelos Agentes de Combate às Endemias (ACE) e os Agentes Comunitários de saúde (ACS), totalizou 5.112 imóveis trabalhados", apontou Marco Antônio de Barros, diretor do Departamento de Entomologia e Endemias. O secretário municipal de Saúde, dr. Miguel Ângelo de Marchi, ainda ressaltou que durante as ações em 36 imóveis foram eliminados 36 focos com larvas do Aedes aegypti. "Todos eram recipientes que estavam com água e foram eliminados ou tratados com larvicidas. Isso mostra ainda mais a importância da participação da população, pois objetos com água parada são os mais fáceis de serem eliminados por qualquer morador da residência. Basta que todos nós tenhamos consciência de que cinco minutos do nosso tempo para olhar o quintal pode ajudar muito no combate à dengue", afirmou. Além das ações casa a casa, durante a ação da Secretaria foram realizadas palestras com as equipes de Endemias em unidades socioassistenciais do município com a participação da secretaria municipal de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos. No Recanto dos Idosos, Vila Dignidade e no CRAS Leste, as equipes ministraram palestra sobre conscientização da dengue. "Foi um prazer poder colaborar com essa semana de intensificação das ações da dengue. Tratar sobre esse assunto com todos os moradores e com as pessoas atendidas pelo CRAS Leste foi muito importante para que todos se sintam inclusos nesse combate à dengue que deve começar dentro de casa", agradeceu a titular da Secretaria de Desenvolvimento Social e Direitos Humanos, Telma Tulim. O prefeito Caio Aoqui aproveitou para agradecer a todos de Secertaria de Saúde que se empenharam ainda mais na Semana Estadual de Mobilização Social contra o mosquito Aedes aegypti. "Com sorte temos uma Secretaria unida e que trabalha diariamente para o bem da nossa população. Agradeço a todos pelos esforços e juntos continuaremos trabalhando incansavelmente para garantir a saúde pública", disse.

Prefs Tupã

cabonnet

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram