HUM TUPÃ

O governo de São Paulo vai realizar um mutirão de cirurgias cardíacas. A medida pode beneficiar cerca de 3 mil pacientes prioritários, que estão aguardando para serem operadas. O anúncio foi feito por Tarcísio de Freitas (Republicanos) nesta segunda-feira (3), no Instituto de Cardiologia Dante Pazzanese, na capital paulista.

A meta do governo é zerar a fila até o final deste ano, com a realização de 12 mil cirurgias cardíacas.

O programa visa ampliar a oferta de atendimento ambulatorial e hospitalar para pacientes prioritários que estão à espera de cirurgias cardiovasculares na rede estadual. A iniciativa integra o Plano de Redução de Filas de Cirurgias Eletivas de São Paulo com investimento de R$ 150 milhões para viabilizar os atendimentos.

  • O mutirão atenderá pacientes elegíveis para cirurgia de substituição de válvula cardíaca
  • Com condições congênitas pediátricas
  • Congênitos adultos e os que necessitam de procedimento para a revascularização do miocárdio.

A primeira fase do projeto será em conjunto com 17 Departamentos Regionais de Saúde, que irão selecionar as unidades de saúde do estado aptas a oferecer os atendimentos, de acordo com o número de pacientes que serão atendidos pelo programa em cada região.

Paineira Tupã

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram