CAMPANHA COLETA DE LIXO ORGÂNICO

Moradores do residencial Morada do Sol, na região Leste, esperam o consórcio de empresas concluir a etapa final das obras para que possam voltar a utilizar normalmente o acesso na Rua Geraldo Quiqueto, cuja passagem continua sendo feita de forma precária. As últimas chuvas atrasaram o andamento dos trabalhos e os moradores esperam que esses serviços possam ser agilizados no próximo período de estiagem. 

O presidente da Associação de Moradores “Morada do Sol”, Bruno Volpi, disse que os serviços foram agilizados no local após o carnaval. “Eles fizeram uma mureta e deixaram uma pilha de tijolos. E agora sumiram. O trator trabalhou na última quinta-feira, dia 22, mas na sexta, dia 23, já não trabalhou. Deve ser por causa da chuva”, disse.  

Volpi disse que, segundo informações do consórcio de empresas, o serviço que ainda falta ser concluído é o de pavimentação. “Mas eles começaram a erguer essa mureta lá. Nós queríamos ver a planta para saber como iria ficar, mas não nos entregaram. Não sabemos como foi feito esse projeto e não sabemos como vai ficar a ponte”, disse. 

Vale lembrar que o trecho da Rua Geraldo Quiqueto é um dos principais acessos para se chegar ao residencial. Por causa da interdição do trecho que foi acometido por uma erosão, os moradores precisam fazer um contorno de cerca de 1 quilômetro para sair do residencial, sentido ao centro da cidade, durante alguns meses. A previsão é de que os trabalhos sejam concluídos ainda no mês que vem.

Prefeitura

O secretário Municipal de Planejamento e Infraestrutura, Valentim César Bigeschi, disse que os trabalhos referentes à drenagem já estão concluídos. “Resta o consórcio de empresas executar as guias, sarjetas e o asfalto”, disse.

cabonnet

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram