cabonnet

A Prefeitura de Tupã (SP) confirmou, no fim da tarde desta segunda-feira (6), o primeiro óbito por dengue no ano. Com isso, a cidade é a 20ª na região a registrar morte pela doença.

O registro consta também no Painel de Monitoramento de Dengue do Estado de São Paulo. Com a atualização, o centro-oeste paulista acumula 57 óbitos pela doença desde o início do ano.

Com o registro em Tupã, ao todo, 20 cidades da região já registraram mortes por dengue este ano: Marília (12), Pederneiras (7), Bariri (6), Jaú (5), Bauru (4), Botucatu (4), Boracéia (3), Lençóis Paulista (3), Herculândia (2), Arealva (1), Areiópolis (1), Bastos (1), Cândido Mota (1), Dois Córregos (1), Mineiros do Tietê (1), Pompéia (1), Pongaí (1), São Manuel (1) e Tarumã (1) e Tupã (1).

Perfil da vítima

Segundo a prefeitura, a vítima é um idoso de 87 anos, que era morador da região central da cidade. O paciente teve início dos sintomas no dia 7 de março e o óbito no dia seguinte. A causa da morte foi confirmada através de exames do Instituto Adolpho Lutz.

Até esta segunda-feira, Tupã já registrou 1597 casos da doença desde o início do ano. Outros três óbitos são tidos como suspeitos pelo Departamento de Vigilância em Saúde.

Outros óbitos suspeitos

O Departamento de Vigilância em Saúde registrou mais quatro casos de óbitos suspeitos por dengue. De acordo com as informações. Um dos óbitos suspeitos tem como vítima uma mulher de 91 anos, moradora da região central, que apresentou sintomas no dia 18 de março e acabou falecendo no dia 27 de março.

A segunda vítima é uma mulher de 63 anos. Ela residia na região Central da cidade e apresentou os sintomas no dia 21 de abril, mas não resistiu e faleceu na sexta-feira 03 de maio. Outro óbito suspeito, homem de 81 anos, início de sintomas 21 de abril sendo o óbito dia 24 de abril, morador da Zona Oeste de Tupã. 

E o terceiro óbito suspeito também um homem, 90 anos inicio de sintomas 22 de marco, sendo o óbito em 4 de abril, morador da região central de Tupã. Os casos foram encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz de São Paulo para confirmar se as causas dos óbitos foram por dengue.

Os casos foram encaminhados ao Instituto Adolfo Lutz de São Paulo para confirmar se as causas dos óbitos foram por dengue. No total, 9 mortes por dengue são investigadas.

O Departamento de Entomologia e Endemias está realizando ações de bloqueio com a intensificação do trabalho de eliminação de criadouros e em seguida realizará ação de nebulização para evitar a propagação da doença na região.

 

cabonnet

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram