HUM TUPÃ

O governador Geraldo Alckmin anunciou que a Secretaria de Estado da Saúde vai oferecer exames confirmatórios do Teste do Olhinho nos Ambulatórios Médicos de Especialidades (AMEs). O AME de Tupã será uma das unidades que oferecerá os testes. O objetivo é prevenir a cegueira infantil. O serviço, integrante do programa "Vale a Pena Ver", da Secretaria, visa facilitar o acesso ao diagnóstico e tratamento adequado, por meio da confirmação de testes originais, realizados em hospitais ou maternidades onde os bebês nasceram, que tiveram resultado alterado ou duvidoso. O agendamento do reteste deverá ser providenciado pela unidade de origem da criança por meio da central de vagas estadual (Cross). O primeiro Teste do Olhinho é obrigatório e realizado após o nascimento do bebê, por maternidades públicas e privadas. "Trata-se de um exame fundamental para detecção de problemas oculares em recém-nascidos, como catarata congênita, glaucoma congênito, retinoblastoma e retinopatia de prematuridade", afirma David Uip, secretário de Estado da Saúde de São Paulo. Crianças com diagnóstico de catarata congênita serão encaminhadas aos serviços de referência especializados: Hospital das Clínicas de Botucatu; Hospitais das Clínicas da FMUSP de São Paulo e de Ribeirão Preto; Santa Casa de São Paulo; Hospital São Paulo; e Hospital das Clínicas da Unicamp (Campinas).

O teste A criança não nasce sabendo enxergar, ela vai aprender assim como aprenderá a sorrir, falar, engatinhar e andar. Para isso, as estruturas do olho precisam estar normais, principalmente as que são transparentes. O teste do olhinho pode detectar qualquer alteração que cause obstrução no eixo visual, a retinopatia da prematuridade, catarata congênita, glaucoma, retinoblastoma, infecções, traumas de parto, a cegueira e outros problemas cuja identificação precoce possibilita o tratamento no tempo certo e o desenvolvimento normal da visão. O exame (ou o teste do reflexo vermelho) é um exame que deve ser realizado rotineiramente em bebês na primeira semana de vida, preferencialmente antes da alta da maternidade. Além de detectar e prevenir diversas patologias oculares, o exame também ajudar a evitar o agravamento dessas alterações, como uma cegueira irreversível. É um exame simples, rápido e indolor, que consiste na identificação de um reflexo vermelho, que aparece quando um feixe de luz ilumina o olho do bebê. O fenômeno é semelhante ao observado nas fotografias. Para que este reflexo possa ser visto, é necessário que o eixo óptico esteja livre, isto é, sem nenhum obstáculo à entrada e à saída de luz pela pupila. Isso significa que a criança não apresenta nenhum obstáculo ao desenvolvimento da sua visão. A Sociedade Brasileira de Oftalmologia Pediátrica prevê cerca de 710 novos casos de cegueira por ano.

Assessoria

recape

Compartilhe:

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram