Paineira Tupã

Após dezesseis anos, termina a hegemonia da chapa Renovação e Transparência comandada por Andres Sanches dentro do Corinthians. Vejam o resultado final: Augusto Melo: 66,2% (2.771 votos) André Luiz Oliveira: 33,8% (1.413 votos)

Tudo começou em 2007 com o primeiro mandato de Andres Sanches. De lá para cá, todos os presidentes que passaram eram do grupo Renovação e Transparência: Andrés (2007 a 2011), Mário Gobbi Filho (2012 a 2014), Roberto de Andrade (2015 a 2018), Andrés novamente (2018 a 2020) e Duilio (2021 a 2023).

Andres Sanches sempre teve um trunfo nas mãos: "Eu fui o responsável pelo estádio de Itaquera". De fato, foi. Porém, desde que o clube inaugurou o estádio, nunca mais o Corinthians foi o mesmo. O estádio foi inaugurado dia 10 de maio de 2014 em meio a inúmeras polêmicas, documentos apresentados à imprensa e à torcida com valores diferentes da construtora e financiadora, no caso, a Caixa Econômica Federal, causando um certo desconforto e muitas dúvidas do torcedor pela veracidade dos fatos.

A bem da verdade, nestes dezesseis anos, nunca existiu "Renovação e Transparência". Onde está a renovação se o clube, nos últimos anos, vem trabalhando com os mesmos jogadores que conseguiram, sim, fazer história no clube, seguiram seu rumo no futebol, mas voltaram ao Corinthians, muitos deles sem mercado no futebol europeu. Onde está a transparência em um clube com uma diretoria acostumada a fazer negociações obscuras, contratações de jogadores agenciados por empresários que emprestaram dinheiro ao clube, ou seja, o Corinthians passou a pagar favores a agentes em todas as temporadas. Contratação de jogador com 27 anos de idade para a extinta categoria Sub 23, dívidas com marmitas, funcionários do clube e incontáveis ações trabalhistas.

Infelizmente, este foi o resumo de uma administração que comandou o Corinthians por dezesseis anos e se vangloriava do fato da chapa ser "Renovação e Transparência", algo que todos sabem que nunca existiu no Corinthians.

O empresário Augusto Melo começa a comandar o clube a partir de janeiro de 2024, vai encontrar uma casa devastada pelas mentiras e inúmeras dívidas. Augusto prometeu fazer uma limpeza geral no departamento de futebol, vem com o intuito de renovação e aí preciso ver até onde vai ter coragem de renovar bruscamente. Óbvio que existe esta necessidade de renovação no elenco, mas para isso é fundamental ter os pés no chão, primeiro conhecer a atual realidade do clube financeiramente para que possa aí sim começar a montar um planejamento e trabalhar em cima dele. Eu entendo a emoção da vitória, mas não é momento de fazer promessas sem saber de fato o que vai enfrentar a partir de janeiro de 2024. O torcedor do Corinthians hoje clama pela verdade e transparência e, depois sim, a tão desejada renovação.

dengue

Compartilhe:

Anderson Oliveira

Anderson Oliveira é natural de Tupã. Cronista e comentarista nas rádios Monte Verde Esportes, Gama Esportiva do Estado do Río de Janeiro, MS Web Rádio do estado do Mato Grosso do Sul, Jornal Sem limites da cidade de Santo Antônio de Pádua interior do Río de Janeiro, Rádio Cidade (comentarista) na cidade de Volta Grande estado de Minas Gerais.

Receba Notícias do TupãCity pelo Whatsapp


Participe dos nossos grupos

Fique informado em tempo real sobre as principais notícias de Tupã e região.

Instagram